O machismo só te incomoda na hora em que você é acusado de sê-lo?

Esse texto tem intenção de dialogar com os homens, em especial os homens com ideologia de esquerda. Quero provocá-los. Leiam até o final e respondam nos comentários. Será que vocês já refletiram sobre o porquê das companheiras de militância de vocês, da mesma organização, usarem o termo “esquerdomacho”?
O Movimento feminista em muitos momentos é visto como uma questão menor dentro da esquerda. O que de fato importa são as análises da macroestrutura, o cenário econômico-financeiro, a avaliação de disputas de poder, a construção/manutenção de quadros com potencial para disputar mandatos eletivos… Discutir “assuntos das mulheres”, em tempos de crise, pode esperar.
Acontece que muitas de nós não conseguimos esperar esse tempo. Morremos. Assassinadas por homens. Algumas de nós somos tão silenciadas pelos “companheiros” que saímos da militância. Abandonamos o barco ou ficamos no cantinho cumprindo a cota.
Quando não queremos músicas que afirmam a superioridade masculina em confraternização de movimentos, partidos, sindicatos e centrais somos chatas. Quando reivindicamos direito de fala em atos, somos limitadas a uma intervenção somente e se reclamamos das falas majoritariamente masculinas somos chatas. Quando pedimos espaço para uma intervenção feminista (cênica) em qualquer atividade política, seja de rua ou de espaços fechados, não dá tempo. Se reclamamos, ouvimos, com freqüência, que esse não é foco e novamente somos chatas. Quando reclamamos de memes ou vídeos nas redes sociais, WhatsApp, Telegram, é muito comum algum companheiro dizer que “um pouco de humor não faz mal”, “é só uma brincadeira, uma piada” e se discordamos, daí somos muito chatas.
Mas quando dizemos que os homens nos matam, violentam e/ou silenciam, tem um bocado de companheiros de esquerda que logo se defendem dizendo que nem todos são assim. Querido, se você não atua para mudar a atitude dos coleguinhas, você está sendo cúmplice do machismo. A culpa é tua também.
O machismo só te incomoda na hora em que você é acusado de sê-lo? É isso mesmo? Não te incomoda ouvir nas avaliações das ações políticas as companheiras reclamando do silenciamento das mulheres? Não te incomoda ouvir o teu companheiro fazer piada sobre os nossos corpos? Não te incomoda ouvir teu companheiro nos assediando? Não te incomoda saber que teu coleguinha de esquerda abusa dos nossos corpos quando bebe um pouco mais e usa essa desculpa para passar a mão e se encostar? Não te incomoda o machismo ao redor? Não te incomoda que o Estado defina nossos direitos e deveres reprodutivos e que a mulher seja criminalizada caso não cumpra um lei escrita por homens para controlar nossos corpos?
Quantas mulheres precisam morrer vítimas de feminicídio? Quantas mulheres precisam morrer em abortos clandestinos? Quantas mulheres precisam ser estupradas? Quantas mulheres do seu convívio precisam sofrer com violência doméstica para que vocês homens passem a achar importante se solidarizar e participar dos nossos atos em defesa da vida das mulheres? Participar com presença física mesmo. Não é só compartilhar o evento nas redes e contatos. Não participar somente no papel de companheiro da fulana feminista, mas como defensor da pauta de fato.
Nós, mulheres, temos medo de vocês, homens. Medo de andar na rua e ouvir algum assédio. Medo de ser agredida quando dissermos não. Medo de sermos estupradas e sermos culpabilizadas pela roupa que vestimos ou pelo lugar que frequentamos. Medo de ser minimizada aos trabalhos domésticos sobre forte coação e dependência financeira. Medo de viver sendo inferiorizada intelectualmente porque não entendemos de política tão bem como vocês (ironia). Medo de sermos chamadas pela organização política mista que participamos somente para organizar as festas, ficar na recepção fazendo crachá de encontros, congressos e seminários, ou controlar quem sobe em caminhão de som. Medo de que a lei, feita por homens, defina nossos direitos sexuais e reprodutivos.
Esse medo que temos está confortável para vocês? Se não está, o que você está fazendo para mudar essa situação? Eu acho que está confortável, sim. Tão confortável que vocês não se levantam para lutar conosco, levantam somente para se defender quando os acusamos de serem ESQUERDOMACHOS.

Anúncios

Um comentário sobre “O machismo só te incomoda na hora em que você é acusado de sê-lo?

Qual sua opinião sobre este assunto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s