Feminazi: ignorância a serviço do conservadorismo

Cynthia Semíramis

Tenho visto com alguma frequência várias homens se referindo a feministas como “feminazis”, associando erroneamente o feminismo ao nazismo. Alguns deles até fazem ressalvas do tipo “feminazis são as feministas que eu considero radicais”, repetindo o erro clássico de querer classificar as mulheres de acordo com seus preconceitos. Feministas não-radicais, para eles, são as que defendem direitos das mulheres, desde que concordem com o que eles acham que são direitos das mulheres.

Feminazi é um termo que mostra completa ignorância a respeito não só de feminismo e luta pelos direitos das mulheres, mas de conhecimentos básicos de história. Feministas foram perseguidas pelos nazistas, que tinham uma visão extremamente limitada: mulheres deveriam obrigatoriamente ser mães, portanto estudos superiores e creches foram limitados, e aborto e métodos contraceptivos foram proibidos. O discurso feminista de emancipação das mulheres foi atribuído aos judeus, aumentando os motivos para persegui-los. A política nazista é anti-feminista

Ver o post original 685 mais palavras

Anúncios

Qual sua opinião sobre este assunto?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s